• Secretaria de Comunicação do Senatus RJ

MARIA, CAUSA DA NOSSA ALEGRIA!


A LEGIÃO DE MARIA FESTEJA MAIS UM ANO DE TRABALHO

NA BASÍLICA SANTUÁRIO DA PENHA

A semana que antecedeu a 23ª Caminhada da Legião de Maria à Basílica Santuário de Nossa Senhora da Penha foi marcada por muita chuva na cidade, algo que poderia atrapalhar a festa. Contudo, nem isso tirou a força do exército legionário, que com toda a fé se reuniu para agradecer mais um ano de grande trabalho de evangelização. Na manhã de 15 de novembro, o clima ficou ameno e o sol até apareceu, iluminando esse encontro, que reuniu cerca de 2.000 Legionários de todos os cantos do Estado do Rio de Janeiro. Os legionários também comemoraram a elevação do Santuário Arquidiocesano Mariano de Nossa Senhora da Penha à categoria de Basílica Menor, que aconteceu em junho.

A caminhada começou com muita oração. Os participantes rezaram a Via Sacra e o Rosário. Este ano, pela primeira vez, um caminhão de som deu apoio aos devotos.

Após a subida, aconteceu a Missa na Concha Acústica, que foi presidida pelo Bispo de Iguatu e Bispo Referencial da Legião de Maria junto a CNBB Dom Edson de Castro Homem. Junto com ele, concelebrando, estavam o Diretor Espiritual do Senatus Assumpta do Rio de Janeiro, Padre Fábio Siqueira, e o reitor do Santuário/Basílica, Padre Thiago Sardinha. A celebração contou ainda com os serviços dos Diáconos Waldecir Pereira, Manuel Marcos e Djair Silva do Rosário, ambos da Arquidiocese de Niterói, e do Diácono Elmo Irade, do bairro de Santa Cruz.

Dom Edson estava emocionado no retorno aos braços dos legionários cariocas. "Estamos com a Legião de Maria, junto à Igreja, iniciando o Ano Mariano, em comemoração aos 300 anos da descoberta da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. O nosso movimento vai se empenhar na divulgação do nome da Mãe de Deus e nossa", grifou. O Diácono Djair estava contente com a festa. "Se percebe nesse evento o que é a intervenção mariana nesse povo", relatou o Diácono Djair, que é Legionário há mais de 30 anos. O Diácono Elmo confirmou a força da Legião no evento. "O encontro foi profundo, foi além da expectativa. Percebi, na subida, legionários cansados, mas que superaram as dificuldades", comentou o Diácono, que estava comemorando o seu aniversário, na véspera, junto com os legionários na caminhada.

Padre Fábio disse que apesar do clima de chuva, o Legionário não se abateu. "É muito bom a Legião estar reunida neste Santuário, com um bom número de representantes nesta festa tradicional. Este ano teve a celebração de Dom Edson, que abrilhantou ainda mais esse bonito evento", expôs Padre Fábio. A Presidente do Senatus Assumpta do Rio de Janeiro, Zélia Rainha, colocou que é uma obrigação do Legionário estar ali, mas ficou alegre por entender que as pessoas não estão ali por obrigação. "Percebemos tantos Legionários que chegaram cedo, que apesar de dificuldades na saúde, não deixaram de subir em procissão, uma caminhada de fé e graças", explicou, arrancando palmas do público ao dizer que, em sua opinião, o Santuário/Basílica merecia ser uma das sete maravilhas do mundo.

No final, o Tesoureiro do Senatus Assumpta do Rio de Janeiro, José Antonio, leu uma mensagem sobre o Ano Mariano e ressaltou a importância da participação e do empenho de todos os legionários na Campanha do Óbulo para a Casa da Legião.

Muitos membros da Legião de Maria experimentaram este ano pela primeira vez a alegria de participar deste encontro e renovar a sua fé para mais um ano de muito trabalho e oração. É o caso de Maria Vicente, 86 anos, moradora do Bairro Joaquim de Oliveira, em Itaboraí, e ativa do Praesidium Nossa Senhora de Fátima da Igreja Sagrado Coração de Jesus. Legionária há 18 anos, ela estava encantada com o evento. "A partir de agora, enquanto eu estiver viva, não perco mais uma caminhada", frisou. Sua amiga e companheira de Praesidium, Edileusa, 54 anos, que está na Legião há oito anos, ressalta uma intenção especial em suas orações. "Já é o segundo ano em que eu participo da caminhada. Este ano estou pedindo a Nossa Senhora proteção, porque a violência lá em Itaboraí está aumentando. Que Nossa Senhora da Penha interceda por todo o Rio de Janeiro, para que reine a paz para todos", suplicou.

Já para Cristina, 58 anos, moradora de Nilópolis e integrante do Praesidium Rainha dos Anjos, da Capela São Mateus, o evento é momento de agradecer as bênçãos que a Legião trouxe para a sua vida. "Depois que eu entrei na Legião, parei de beber e fazer farra. Eu era muito depressiva, muito infeliz. Hoje encontrei a felicidade de servir ao Pai pelos braços de Maria, que eu amo", contou. Vida nova também têm os irmãos Ana Carolina Carvalho e André Luiz Carvalho, 14 anos, gêmeos. Eles entraram para a Legião de Maria este ano e já participam de dois Praesidia: um adulto e outro juvenil. Eles são da Paróquia Bom Jesus da Penha, na Penha e são só alegria. "Fui convidado para a Legião por uma amiga de 10 anos de idade. Ela disse que era muito legal e que eu devia conhecer o grupo. Na primeira reunião, eu me senti muito acolhido. Estou muito feliz em estar aqui com meus amigos", conta André. Já Ana Carolina, secretária do Praesidium Juvenil destaca que as reuniões são muito divertidas, mas que o principal é a intimidade que surge entre os membros e Maria. "Na reunião eu posso falar o que eu sinto, com a certeza de que Maria está olhando por todo mundo. Quando estou com eles, eu me sinto feliz e isso muda tudo na nossa vida", finaliza.

Uma homilia em preparação ao Ano Mariano

Na Homilia, Dom Edson fez questão de indicar o caminho da Legião no próximo ano. "O ano de 2017 não será um ano qualquer, peço que o Legionário vivencie esse ano, um período que nos leva até Jesus, por meio de sua Mãe. Esse ano que se aproxima precisa ser diferente, de levar Nossa Senhora para a rua, em especial nos meses de maio e outubro. Precisamos trabalhar junto ao pároco, para que eles possam vivenciar a Legião de Maria", ressaltou.

O Bispo lembrou ainda que por Maria se chega ao filho. "O Pai não só ama, mas cuida dos seus filhos. Dessa forma, Deus envia seu filho, Maria preparou o Advento, e sua prima Isabel nos representou muito bem, pois ela recebeu calorosamente a Mãe de Cristo", afirmou.

Dom Edson lembrou a importância da oração. "Não devemos desanimar nunca do nosso trabalho, o Legionário não tira férias. Se estiver doente, não faz as visitas, mas reza pelos que estão nas ruas. Assim, não se pode fazer a obra de Deus, sem orar. Não somos repetidores de recitações, rezamos com a mente e o coração, ou seja, com sabedoria e amor. Que Maria seja a causa de nossa alegria", conclui.

#Notícias

966 visualizações

E-mail Senatus:

senatus@legiaodemaria.org.br

Secretaria da Comunicação:

comunicacao@legiaodemaria.org.br

Endereço: 

Av. Benjamin Constant 23, sl 505

Glória - Rio de Janeiro / RJ

Tel: (21) 2224-1873

Visite:

 

© 2015 por Comunicação do Senatus-RJ