• Frei Bede McGregor (Diretor Espiritual do

Allocutio - Boletim Concilium [ Junho - 2016 ]


O SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS E A ESPIRITUALIDADE DA LEGIÃO - BOLETIM Nº 1089

O mês de junho é um bom momento para refletir uma vez mais sobre o Dom infinito do Sagrado Coração de Jesus e do seu lugar fundamental na História e Espiritualidade da Legião. A Oração ao Sagrado Coração ocupa o 1º lugar na pequena Ladainha da Tessera. Rezamos todos os dias: “Sacratíssimo Coração de Jesus, tende piedade de nós”. Às vezes consideramos a Entronização do Sagrado Coração nas residências como um apostolado mais importante no mundo inteiro, especialmente no mundo de hoje, o mundo ocidental, onde o casamento e a família estão sofrendo tantos desafios e dificuldades esmagadoras, citados de modo tão doloroso pelo Papa Francisco em sua Encíclica “A Alegria do Amor”. Podemos também pensar na promoção da Associação da Abstinência Total que é uma devoção essencial ao Sagrado Coração de Jesus. A Legião aceita esse grande desafio, mantendo sua maneira tradicional de espalhar essa devoção, especialmente entre os jovens por causa das drogas. Os jovens querem descobrir o verdadeiro significado do amor e da alegria, na Vida de Jesus.

Acho que seria bom lançar um olhar ao exemplo de Frank Duff em sua profunda devoção ao Sagrado Coração. Em seu quarto ele colocou uma grande Imagem do Sagrado Coração, de tal modo que, ao acordar e na hora de dormir, a primeira coisa que via era a Imagem do Sagrado Coração. Essa Imagem está em seu quarto há mais de 60 anos.

Lembremos, também, que ele se uniu aos Pioneiros em 1914 e quando ele morreu em 1980 ele já era membro há 66 anos. Frank Duff, como já dissemos, tinha uma Devoção ao Sagrado Coração, rezando todos os dias e recomendando aos demais membros a rezar diariamente a oração do Sagrado Coração de Jesus: “Para Vossa maior Glória e Consolação, ó Sagrado Coração de Jesus, por amor a Vós, vou reparar os pecados da intemperança, vou abster-me de todas as bebidas alcoólicas”. Frank Duff não era um Pioneiro superficial porque ele conhecia a devastação do consumo do álcool, em muitos casos. Daí a Profunda Devoção ao Sagrado Coração. Essa relação formou a sua própria alma e a de todas as pessoas com as quais ele tinha relacionamento dia após dia.

Isso nos leva ao objetivo central do Allocutio. O lugar do Sagrado Coração de Jesus na Espiritualidade da Legião não pode ser reduzida a práticas particulares. Deve ser formativa, frutífera. Usando uma palavra mais radical, deve ser a fonte mais profunda das nossas atitudes e ações. Deve estar no âmago de nossas almas, porque é um dos pilares da Espiritualidade da nossa Legião. Vou começar com uma citação desses sinais de contradição num livro de São João Paulo II: “Ao longo da descrição do Gênesis pode-se ouvir o Coração bater”. Estamos na presença do grande Coração. Deus não pode beneficiar-se da Criação, porque Ele já tem tudo infinita e perfeitamente. Tudo é em benefício da Criação. Em outras palavras, na profundidade de toda a realidade criada reside o Grande Coração de Deus. Isso é uma Verdade na pessoa humana. Nós existimos porque somos amados, ou em outras palavras: “nós existimos porque somos mantidos no Coração de Deus”. Que esse Coração nunca deixe de ser lembrado por nós. Essa verdade está enraizada na única definição de Deus, e pode ser encontrada no Novo Testamento: “Deus é Amor”. Pemaneçamos na presença do grande Coração de Deus.

Estas verdades tornam-se ainda mais claras na Encarnação: “Deus amou tanto o mundo que enviou o Seu Filho para estar conosco, para compartilhar da nossa própria natureza, para se identificar profundamente conosco em todas as coisas, exceto no pecado”. Quais as consequências do pecado? São Paulo nos diz “Deus nos amou quando ainda éramos pecadores”. Deus se fez homem exatamente por amor aos pecadores. O Coração de Deus se encontra nos enfermos e doentes terminais por mais desprezíveis que sejam. Ele veio para Salvar os pecadores. A Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus são a Prova Suprema da Boa Nova e da Eucaristia, e o Sacramento do Divino Perdão, são a continuação acessível e Presença Real da Boa Nova. Permaneça com a sua mente no Coração de Jesus. A verdade mais importante sobre o Sagrado Coração é que Deus nos amou primeiro. O Legionário deve colocar o Apostoloado do Sagrado Coração no centro de sua vida interior.

Vou citar um pequeno texto da Sagrada Escritura: “Quem pode separar-nos do Amor de Cristo? A tribulação, a perseguição, a angústia, a fome, o perigo, a nudez? Não. Em todas estas coisas somos vencedores graças Àquele que nos ama. Estou convencido de que nem a morte, nem a vida, nem os Anjos, nem as Potestades, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do Amor de Deus em Cristo Jesus Nosso Senhor”. (Rom, 8)

#Allocutio

1,090 visualizações

E-mail Senatus:

senatus@legiaodemaria.org.br

Secretaria da Comunicação:

comunicacao@legiaodemaria.org.br

Endereço: 

Av. Benjamin Constant 23, sl 505

Glória - Rio de Janeiro / RJ

Tel: (21) 2224-1873

Visite:

 

© 2015 por Comunicação do Senatus-RJ