• Frei Liam O’Cuiv

Allocutio - Boletim Concilium [ Maio - 2016 ]


O ESPÍRITO SANTO, FONTE DE VIDA NOVA - BOLETIM 1088

É no Pentecostes que celebramos o nascimento da Igreja – quando o Pai enviou o Espírito Santo sobre os Apóstolos, dando àqueles que vemos no Evangelho de São João estando fechados e com medo, nova força e nova vida.

O Espírito Santo sempre traz fecundidade quando age em nossas vidas. Na Anunciação, o Arcanjo São Gabriel explica à Virgem Maria como Ela poderá conceber e ter um Filho: “O Espírito Santo virá sobre Ti, e o Poder do Altíssimo te cobrirá com a Sua Sombra”. O Espírito Santo é então a Fonte de fecundidade de Maria, isto é, o segredo de sua concepção virginal.

Quando lemos o relato de São Lucas sobre a Promessa do Espírito Santo nos Atos dos Apóstolos, Jesus diz aos discípulos que o Poder do Espírito Santo também virá sobre eles. Esse mesmo Poder que deu à luz o Filho de Deus, dá à luz à Igreja, seu Corpo, no Dia de Pentecostes. Essa mesma Promessa é feita à Igreja no seu início.

Esse nosso desejo de nos renovarmos por Deus, individual e coletivamente como Legionários, nos leva a perguntar “Como faremos?” A Promessa do Espírito Santo é uma fonte de inspiração e uma chamada para ter coragem em qualquer situação em que nos encontrarmos. O Espírito Santo nos dá força para anunciar a Palavra de Deus, e produz vida em todos os que a ouvem. O Manual nos fala do Espírito Santo, usando Maria como Canal para o mundo de suas influências vivificantes, e usando a Legião.

Frank Duff falou e escreveu com frequência sobre o Espírito Santo e sobre a Virgem Maria no Plano da Redenção. Maria é comumente chamada de Templo ou Santuário. Semelhantes termos, todavia, não exprimem totalmente a realidade, a união íntima e profunda do Espírito Santo com a Virgem, união que A elevou a dignidade tão sublime e só Ele a excede. O Espírito Divino apossou-se de Maria e fez-se uma só coisa com ela e animou-a, de tal sorte, que pode ser considerada a sua verdadeira alma. Maria não é um mero instrumento da sua atividade divina; é, antes, a sua cooperadora inteligente, consciente, a ponto de se poder afirmar que a ação de Maria é a própria ação do Espírito Santo, e que a rejeição da intervenção de Maria é a rejeição da intervenção do Espírito Divino.

No início do seu Ministério, o Papa Francisco escreveu no Evangelii Gaudium: “Como eu anseio por encontrar as palavras certas para sacudir o entusiasmo por um novo capítulo de evangelização cheio de fervor, alegria e generosidade, coragem, amor sem limites e atração!” No entanto, eu percebo que nenhuma palavra de incentivo será suficiente, a menos que o Fogo do Espírito Santo arda em nossos corações. A evangelização cheia do Espírito é aquela guiada pelo próprio Espírito Santo. Ele é a alma da Igreja chamada a anunciar o Evangelho (EG 261).

De maneira especial, nós compartilhamos desse desejo e também queremos ser parte da resposta de Deus à Oração do Papa Francisco em muitos desafios de hoje. Para nós, cada dia pode ser um novo Pentecostes. Na vida da Legião de Maria temos visto muitas efusões do Espírito Santo, como se fossem vários Pentecostes, desde a sua Fundação e primeiros dias nesta cidade, contada por Frank Duff em seu livro Milagres e Jorros, e com os Relatórios que ouvimos hoje em nossas reuniões. Além disso, através do Espírito Santo a Legião de Maria fala todas as línguas.

Vamos, portanto, invocar a poderosa intercessão do Imaculado Coração de Maria, e o Espírito Santo de quem ela é a esposa. Que esta seja a hora do Espírito Santo. Como os Apóstolos, deixemos de lado todo o medo, toda a divisão e rivalidade, tudo o que possa impedir o Espírito Santo de amor, o único que pode renovar o Mundo todo; que Ele possa agir em nós.

#Allocutio

0 visualização

E-mail Senatus:

senatus@legiaodemaria.org.br

Secretaria da Comunicação:

comunicacao@legiaodemaria.org.br

Endereço: 

Av. Benjamin Constant 23, sl 505

Glória - Rio de Janeiro / RJ

Tel: (21) 2224-1873

Visite:

 

© 2015 por Comunicação do Senatus-RJ